Programa de Internacionalização de Negócios envia produtos sergipanos para a China

AddToAny buttons

Compartilhe
13 A 14 nov 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Empresários sergipanos estiveram na cidade de Maceió, onde despacharam produtos dos mais variados tipos.
Empresários sergipanos estiveram na cidade de Maceió, onde despacharam produtos dos mais variados tipos.
Crédito
Fecomércio-SE

A Fecomércio-SE tem trabalhado processos que deem ganho para as empresas sergipanas, com produtos e serviços direcionados para o melhoramento dos negócios e a ampliação da atuação dos empreendedores locais, conquistando espaço nos mercados regional e internacional. Para ampliar a capacidade de geração de negócios, uma ação importante foi concretizada no fim de novembro, com o envio de produtos sergipanos para a China, realizado pelo Programa de Internacionalização de Negócios “Sua Empresa Mundo Afora”, desenvolvido pela Fecomércio-SE.

Empresários sergipanos estiveram na cidade de Maceió, onde despacharam produtos dos mais variados tipos. Entre eles, alimentos, cosméticos e bebidas. O programa da Fecomércio-SE conta com o suporte da Câmara de Negócios Internacionais de Alagoas (CNIA), coordenada pelo consultor de negócios internacionais da Fecomércio-SE, Luizandré Barreto, com perspectiva de abertura da Câmara de Negócios Internacionais de Sergipe em breve.

O envio dos produtos sergipanos foi acompanhado pelo presidente da Fecomércio-SE, Laércio Oliveira, que esteve em Maceió e visitou a Federação do Comércio de Alagoas, parceira da entidade sergipana na empreitada internacional. Laércio comentou a evolução dos negócios das empresas sergipanas, que estão fazendo um bom trabalho de comércio bilateral. Para ele, as empresas sergipanas têm grande potencialidade de mandar seus produtos para o mercado internacional.

“O caminho da exportação é um caminho que precisa ser bem visto, pois o mundo está globalizado e todos compram de todos. O empresário precisa pensar em expandir seus negócios vendendo para o mundo afora. O mercado internacional não é difícil, nem um negócio limitado às grandes empresas. Temos trabalhado para desmistificar esse pensamento, levando a realidade para nossas empresas participarem do comércio exterior, levando seus produtos para outros países. Temos produtos que são valorizados no mundo inteiro, então temos como vender para mercados consumidores de grande potencial”, afirmou Laércio Oliveira.

Os produtos das empresas sergipanas serão expostos no maior shopping de trading internacional chinês. A unidade é um grande centro de negócios que envolvem as empresas de todo o mundo, que exibem seus produtos para comercialização.