Senac-AM e Ministério da Defesa estudam parceria para qualificação profissional de militares

AddToAny buttons

Compartilhe
16 A 17 set 19
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Crédito
Fecomércio-AM

16/09/2019

Representantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica estiveram na sede da Fecomércio-AM, no último dia 12 de setembro, para discutir a retomada da parceria do Senac-AM com o Ministério da Defesa para o projeto Soldado Cidadão — capacitação profissional para jovens do serviço militar inicial e, também, para os cabos e soldados que estão deixando as Forças Armadas, visando ao ingresso no mercado de trabalho.

Eles foram recepcionados pela diretora do Senac, Silvana Carvalho, e pelo vice-presidente da Federação, Mario Tadros, que destacou que a formação profissional está no DNA do Senac. “Vamos retomar esse projeto, pois o Senac tem como missão educar para o trabalho, e a capacitação destes jovens vai possibilitar a qualificação e a integração dessa mão de obra ao comércio de Bens, Serviços e Turismo”, disse.

A estrutura das unidades e os segmentos dos cursos de qualificação profissional que podem ser oferecidos pelo Senac-AM foram apresentados aos participantes do projeto: agente de informações turísticas, recepcionista em meios de hospedagem, camareira(o) em meios de hospedagem, recepcionista de eventos, organizador de eventos, hostess, pizzaiolo, salgadeiro, atendente de lanchonete, doceiro, agente de alimentação escolar e garçom.

Pelas Forças Armadas, estiveram presentes o Contra-Almirante Bruno de Moraes Neto e os Coronéis Márcio Callafange, Fernando Penasso e Valter Vieira. Para Moraes Neto, é importante oferecer uma nova oportunidade de trabalho para quem encerra o serviço militar. “É bom para o militar, complementando a formação cívica-cidadã, e para o País, com a formação de mão de obra qualificada auxiliando no desenvolvimento nacional”, explicou.

O projeto Soldado Cidadão existe desde 2004 e abrange todo o território nacional. Escolas técnicas, como as do Senac e outras militares, são parceiras na capacitação dos jovens que estão deixando a farda para retornar à vida civil.