8 August, 2018

Live marketing promove experiências e engajamento

Tony Coelho e Elza Tsumori no primeiro painel do seminário Live Marketing

Crédito: Christina Bocayuva

Tony Coelho e Elza Tsumori no primeiro painel do seminário Live Marketing

A abertura do seminário Live Marketing – A Nova Inteligência para Marcas e Cidades foi realizada pelo secretário executivo do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da CNC, Eraldo Alves da Cruz. O evento foi realizado em 8 de agosto, no auditório da Confederação, no Rio de Janeiro.

Eraldo ressaltou que o seminário acontece no âmbito da série Turismo – Eventos em Debate, que ao longo de 2018 tem discutido os principais desafios e cenários do segmento de eventos. “É um segmento não apenas importante para o turismo, como para a economia brasileira. Entendemos que o live marketing é uma ferramenta poderosa para ampliar a interação com o público, gerar empatia com o cliente e potencializar vendas”, afirmou o secretário executivo do Cetur/CNC.

Para marcar a abertura do seminário, foi realizada uma apresentação da empresa Fly Vision Mídias Inovadoras, que fez um show de LED Brand, com bastões de luzes de LED que escrevem e desenham no ar e em movimento.

A mediadora dos debates, Elza Tsumori, presidente da For Eventos e diretora da Casa Barcelona, disse que a tecnologia é uma grande aliada do live marketing e cada vez mais vai permeando todos os caminhos, não só de eventos, mas do turismo e de outras atividades. “Além disso, nós que trabalhamos com comunicação temos o privilégio de poder trabalhar com a criatividade e com o desenvolvimento do conhecimento”, afirmou Elza.

O que é live marketing?

Tony Coelho, diretor da Conceito Rio e colunista do site Promoview e do jornal O Dia (RJ), realizou a primeira palestra do dia, “O que é o live marketing, o show das expectativas”, e contextualizou a evolução do marketing e da propaganda, fazendo um retrospecto desde os anos 1950 até os dias de hoje. Para Coelho, as ideias sobre o tempo mudaram e o live marketing é fruto de uma lógica de mudanças.

Segundo Coelho, hoje o marketing tem a necessidade de contar histórias e promover a interação entre marcas e pessoas. “O live marketing é experiência e interação na busca de relevância e conteúdo para se atingir resultados e soluções de comunicação. Ele provoca uma compreensão diferenciada de produtos, serviços e marcas”, disse.

Provocar experiências que impactam o consumidor é a grande vantagem do live marketing em relação às outras ferramentas que o marketing proporciona. “O live marketing gera maior engajamento nas pessoas, fazendo uma promoção melhor do que qualquer outra atividade de marketing”, afirmou Tony Coelho, ressaltando que a necessidade de se estar ao vivo o tempo inteiro, ainda mais em um mundo que preza pela vida digital, é mais um quesito que requer urgência das ações em live marketing. “O mundo agora não é só on-line ou offline, mas é all line. O mundo digital se envolve no físico e vice-versa”.

Para Marisa Canton, professora de Gestão de Eventos da Fundação Getulio Vargas e curadora do evento, o live marketing proporciona uma estratégia mais eficaz e com um resultado mais evidente. “Não é que a estratégia seja nova. Ela foi evidenciada, reconquistada. Sempre se procurou esse engajamento através dos eventos, mas o live marketing tem hoje ferramentas muito mais eficazes para que isso aconteça. Por isso, trouxemos a discussão sobre o live marketing para o âmbito das discussões sobre os eventos”, disse Canton.

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.